Erros e acertos

Na Bíblia:
“O Senhor Deus disse: Quem te revelou que estavas nu? Terias tu porventura comido do fruto da árvore que eu te havia proibido de comer? O homem respondeu: A mulher que pusestes ao meu lado apresentou-me deste fruto, e eu comi. O Senhor Deus disse à mulher: Porque fizeste isso? A serpente enganou-me,– respondeu ela – e eu comi.” Gen. 3, 11-13

Na Vida:
“Fui ao meu psiquiatra – para ser psicanalizado
Esperando que ele pudesse me dizer por que esmurrei ambos os
olhos do meu amor.
Ele me fez deitar em seu sofá para ver o que poderia descobrir
E eis o que ele pescou do meu subconsciente:
Quando eu tinha um ano mamãe trancou minha bonequinha
no baú
E por isso é natural que eu esteja sempre bêbada.
Um dia, quando eu tinha dois anos, vi papai beijar a
empregada
E por isso eu sofro de cleptomania.
Quando eu tinha três anos senti amor e ódio por meus irmãos
E é exatamente por isso que espanco todos os meus amantes!
Agora estou tão feliz por ter aprendido essas lições que me foram
ensinadas
De que tudo que faço de errado é culpa de alguém!
Que tenho vontade de gritar: viva Sigmund Freud!”
Achei interessante este poema de um autor desconhecido. Assim que li, lembrei-me de uma música antiga que dizia mais ou menos assim: “Eu sou rebelde porque o mundo quis assim, as pessoas se fecharam para mim…” Esta é infelizmente uma frase comum. As pessoas dizem: “Bebo, porque papai bebia, sou nervosa porque mamãe era nervosa, esta impaciência é de família…”
Foi assim com Adão e Eva também: Leia em Gênesis capítulo 3, versículos 11 a 13: “O Senhor Deus disse: Quem te revelou que estavas nu? Terias tu porventura comido do fruto da árvore que eu te havia proibido de comer? O homem respondeu: A mulher que pusestes ao meu lado apresentou-me deste fruto, e eu comi. O Senhor Deus disse à mulher: Porque fizeste isso? A serpente enganou-me,– respondeu ela – e eu comi.” Viu? Ninguém assumiu o erro, um jogou para o outro.
Claro que carregamos heranças genéticas, mas precisamos fazer a nossa história, ter a coragem de sermos diferentes e diante dos erros que cometermos, termos a sensatez de reconhecer que erramos e a vontade de recomeçar… Sempre é tempo de recomeçar, de ser melhor, de ser diferente. Ninguém é perfeito, os erros acontecerão…
As pessoas e as situações só fazem comigo aquilo que permito! Nada e ninguém pode determinar meu comportamento… E não ponha a culpa dos seus erros nas pessoas, nem tão pouco nos fatos. Encare a vida, encare a sua história, encare quem você é e queira ser melhor!

Rezando a Vida:
Senhor, que nada determine, nem condicione minhas atitudes.
Amém!

A ajuda do Alto:
As pessoas e as situações só fazem comigo aquilo que permito.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *