Temos uma advogada

Todos nós ao longo da vida temos causas, questões a serem resolvidas de ordem pessoal, familiar, profissional… E quando surge uma causa, uma situação difícil, nem sempre conseguimos resolver sozinhos, porque quase sempre nos falta a competência para tal situação. É nesta hora que precisamos de um advogado. E o que é um advogado? No dicionário diz que advogado vem do latim, advocatu: Aquele que advoga em juízo; licenciado em Direito, inscrito na Ordem dos Advogados; profissional que exerce funções de caráter técnico-jurídico; patrono; protetor; defensor…
Certa vez em conversa com o saudoso D. Pedro, que foi bispo de Vacaria-RS, por ocasião de sua enfermidade (tumor no cérebro) que o levou para o Céu, ele me dizia: “Edson, quando você tiver uma causa, mesmo que esta lhe pareça muito difícil, reze muitas vezes a Salve-Rainha porque nela nós dizemos: ‘Eia, pois advogada nossa’”. Guardei comigo este ensinamento e o passo a você hoje.
Não importa qual é a sua causa, o que importa é que você tem uma advogada, uma protetora, uma defensora que é Nossa Senhora. Ela fará na sua vida como fez nas bodas de Caná e vale a pena ler. Evangelho de São João, capítulo 2, versículos 1 a 11:
“Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus.
Também foram convidados Jesus e os seus discípulos.
Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho.
Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou.
Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser.
Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas.
Jesus ordena-lhes: Enchei as talhas de água. Eles encheram-nas até em cima.
Tirai agora, disse-lhes Jesus, e levai ao chefe dos serventes. E levaram.
Logo que o chefe dos serventes provou da água tornada vinho, não sabendo de onde era (se bem que o soubessem os serventes, pois tinham tirado a água), chamou o noivo.
e disse-lhe: É costume servir primeiro o vinho bom e, depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora.
Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele”.
Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *