Disciplinados e sábios na oração

Falta sabedoria na oração. Podemos dizer: “Louvado seja Deus! Vivemos em um tempo de abundância, como o Senhor falou. Aquele filete d’água tornou-se um rio, e esse rio tornou-se um imenso caudal, que tornou-se mar. Nadamos em graça, o Senhor nos dá abundância de dons!” Mas precisamos ser comedidos, temos de ser sábios.

É como chegar a uma festa em que há salgadinhos em quantidade, e a gente nem sabe por qual deles começar. Se você começa a comer de tudo, depois terá dor de estômago. Se você bebe de tudo, vai passar mal. É o que nós fazemos, muitas vezes, na hora da oração. Temos de ser disciplinados e sábios ao fazermos nossas preces, aprender a disciplina da sabedoria e educar o povo neste caminho.

Sabendo que o Senhor dá em quantidade, temos de ir dissecando uma coisa por vez. A Palavra de Deus é tão rica que devemos ficar ali, meditando, orando e, mais que tudo: pedindo ao Senhor que através daquela Palavra Ele toque fundo o nosso coração… A Palavra vai tocar o nosso coração, o centro do nosso ser. Pode ser que a nossa inteligência nem guarde bem, nem capte, mas aquela Palavra tocou o fundo do nosso ser.

(Trecho do livro “A Sabedoria está no ar” de monsenhor Jonas Abib)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *