O filho do “seu José” e da “dona Maria”

“Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe?” Este é o versículo 55 do capítulo 13 do Evangelho de São Mateus. Ele nos mostra que até Jesus foi discriminado. Na verdade a história da humanidade nos mostra que o ser humano julga pelas aparências, pelos títulos, como o próprio Jesus foi julgado por ser o filho de um carpinteiro e de uma simples dona de casa. Mas Jesus não parou nisso, porque sabia o que queria, tinha consciência que tinha uma missão e foi em frente, mesmo sendo simplesmente o “filho de um carpinteiro, o seu José e da dona Maria.

Recentemente o mundo viu assumir o posto máximo dos Estados Unidos um negro e no Brasil assumiu o mesmo posto um nordestino, simplesmente um Lula da Silva, sem estudos, não era doutor e na bagagem os dois traziam uma preciosidade: DETERMINAÇÃO.

Perseguições existem, discriminação existe. Mas um coração determinado não para! O fato de ser o “o filho do seu José e da dona Maria”, precisa ser combustível para correr atrás de um sonho…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Acesse e divulgue: www.equilibrioarp.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *