Meu cansaço que a outros descansem…

“Estando Jesus um dia à margem do lago de Genesaré, o povo se comprimia em redor dele para ouvir a palavra de Deus. Vendo duas barcas estacionadas à beira do lago,  pois os pescadores haviam descido delas para consertar as redes, subiu a uma das barcas que era de Simão e pediu-lhe que a afastasse um pouco da terra; e sentado, ensinava da barca o povo”.

As barcas de Pedro estavam estacionadas porque ele tinha chegado de uma noite inteira de trabalho e trabalho sem fruto, pois nada pegaram. Jesus pediu as barcas emprestadas e em seguida ainda pede mais um pouco: “Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar”. Pedro estava esgotado, com certeza querendo ir pra casa dormir. jesus pede seu barco emprestado, faz um sermão enorme e ao final manda eles voltarem ao mar. pedro então responde: “Mestre, trabalhamos a noite inteira e nada apanhamos; mas por causa de tua palavra, lançarei a rede”. E o que aconteceu? “Feito isto, apanharam peixes em tanta quantidade, que a rede se lhes rompia. Acenaram aos companheiros, que estavam na outra barca, para que viessem ajudar. Eles vieram e encheram ambas as barcas, de modo que quase iam ao fundo”.

Se Pedro se recusasse a emprestar a barca a Jesus porque estava cansado, esgotado e frustrado, não teríamos este belíssimo capítulo na Bíblia e continuaria Pedro sendo um simples pescador. A generosidade de Pedro atraiu sobre ele e os seus o favor de Deus. Claro que não vamos servir a Deus pelo interesse da recompensa, mas servir a Deus atrai Graças espirituais e materiais também. Milagres vão acontecer se a exemplo de Pedro não nos prendermos ao cansaço, às frustrações…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Acesse e divulgue: www.equilibrioarp.com.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *