“Não é pesado, é meu irmão”

Esta semana recebi um cartão após pregar em um grupo de oração. Este cartão tinha a imagem de um menino pequeno (possivelmente 8 anos), carregando outro nas costas (possivelmente 5 a 6 anos). Abaixo da foto, a frase entre aspas: “Não é pesado, é meu irmão”.

Fiquei a pensar em algumas pessoas que passaram por minha vida. Pude perceber que em muitos momentos eu fui o menino mais velho que carregava o  outro;  e de fato, carreguei muitas pessoas “nas costas”. Mas também recordei que em determinados momentos, tive o privilégio de ter sido carregado; Tiveram paciência comigo, me amaram, me compreenderam…

Nestas recordações que tive, Vi também que ao carregar algumas pessoas, senti o peso e até mesmo deixei de carregar alguns… Também vi que algumas pessoas não me carregaram quando precisei.

O que fica de tudo isso? Existem pessoas que precisam ser carregadas por você. E  ainda que sejam pesadas demais, diga para você mesmo: “Não é pesado, é meu irmão”. E se você precisar ser carregado, peça socorro, diga para quem for te carregar: “Não sou pesado, sou seu irmão”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Acesse e divulgue: www.equilibrioarp.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *