Cai lei que proíbe sacolas plásticas no varejo em São Paulo

Este texto é do Professor Felipe Aquino, vale a pena a reflexão:


Concordo com essa medida. O Papa Paulo VI disse que “o mundo vai mal
porque quer dar soluções fáceis para problemas difíceis”. Isto é, não se
cura câncer com novalgina.

Dirigi por 20 anos o campus de Engenharia Química da USP de Lorena, SP.
Sempre achei incompreensível eliminar as sacolas plásticas: um produto
bom, barato, e em si mesmo nada tóxico e poluente. Seu mau uso sim, pode
ser poluente, mas isso é problema de Educação e não de meio ambiente.

Então, o que se deve fazer? Qual a solução correta? EDUCAR O POVO e não
retirar a sacola útil, pratica, barata e confortável. Se for para proibir
tudo que o povo não sabe usar corretamente, vamos ter de proibir a
fabricação de motos, carros, revólveres, cerveja, vinho, remédios… e
também todos os sacos plásticos além da sacola.

Não conheço um só país por onde eu já tenha passado que proíbe a sacola.
Mas em todos eles a educação é boa. Sacola  no chão é multa na hora em
alguns países.

Há um provérbio chinês que diz: “Se queres colher por um ano semeia o
grão; por dez anos, planta a árvore; por cem anos, educa o povo”. Quando o
povo e o nosso governo vão aprender essa lição?

Não nos deixemos enganar por soluções “fáceis, cômodas, baratas, e
inócuas”; pois, entre elas está a camisinha, a eutanásia, o divórcio, e
tantas falsidades e imoralidades…
(Prof. Felipe Aquino)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Acesse e divulgue: www.equilibrioarp.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *