Nadando contra a correnteza

“Mas Eu vos digo que Elias já veio, mas não o conheceram; antes, fizeram com ele quanto quiseram. Do mesmo modo, farão sofrer o Filho do Homem”. Evangelho de São Mateus, capítulo 17, versículos de 10 a 13.

Jesus aqui, fala de Elias, mas se referindo a João Batista, pois havia uma profecia do profeta Malaquias, que dizia que Elias voltaria à Terra. E Jesus faz esta analogia, para mostrar que de fato, João Batista teve papel semelhante ao de Elias. Elias sofreu muita perseguição, João Batista foi-lhe cortada a cabeça e o sofrimento e morte de Jesus, foi algo de crueldade extrema.

Todos esses que sofreram e sofrem, é porque decidiram nadar contra a correnteza. E nadar contra a correnteza é algo muito sofrido. Isto é ser Cristão: É simplesmente ser como o profeta Elias, como João Batista, como tantos outros e como Jesus; estes não se conformaram com este mundo, não se conformaram com a maioria que explorava, humilhava o povo…

Ser um político honesto, um empresário correto, um funcionário que não se corrompe, um pai de família que não trai a esposa nem os filhos e até mesmo o fato de dizer que vai rezar ou ir à Igreja, é na maioria das vezes motivo de ser rotulado, debochado… É triste, mas fazer a coisa certa é motivo de gozação! Mas nada de medo, não faça algo porque a maioria faz. Nade contra a correnteza; é sofrido, trás marcas… Mas vai ser bom olhar as marcas e ver nelas troféus. E saber que esses troféus existem porque fiz a coisa certa!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Acesse e divulgue: www.equilibrioarp.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *