Quando o deserto continua…

Certa vez, ao ser questionado se era ele o Messias, o que deveria vir salvar o mundo, João Batista respondeu: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor’.” João Batista vivia no deserto, pregava a conversão e batizava; foi João o precursor, aquele que veio à frente a fim de que as pessoas abrissem o coração para Jesus.

Entramos em um novo ano, mas com certeza vamos nos deparar com situações velhas na vida pessoal, na família e no trabalho… Situações de deserto que continuarão a nos desafiar. Que  trarão ao nosso coração aquela pergunta: Vale a pena? Vale a pena insistir em ajudar aquela pessoa? Vale a pena fazer o bem se não me valorizam? Vale a pena sorrir se continuam de cara feia à minha volta?

Ano novo requer coragem: Coragem para enfrentar o deserto que insistir em permanecer e que para muitos de nós permanecerá por muito tempo…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Acesse e divulgue: www.equilibrioarp.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *