Livre-se do preconceito!

“Quando chegou o dia de sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos o ouviam e, tomados de admiração, diziam: Donde lhe vem isso? Que sabedoria é essa que lhe foi dada, e como se operam por suas mãos tão grandes milagres? Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito”.

Lendo o texto acima, podemos perceber que até Jesus sofreu preconceito. Era inconcebível pra eles, verem Jesus pregando, realizando milagres, sendo seguido por diversas pessoas, simplesmente pelo fato de que: Conheciam Jesus, Ele era um simples carpinteiro, filho da “dona Maria”, uma simples mulher da região e seus parentes todos eram dali mesmo, tudo gente simples. Já existia então um conceito antecipado sobre Jesus. Preconceito é isso: Uma ideia formada antecipadamente. Nos dias de hoje também existe isso. Quando alguém se destaca em algo ou pretende dar um passo maior, fazer algo que diferente, surgem os rótulos: Mais ele tem estudo pra isso? Será que vai dar certo? Olho nele, porque sempre deu trabalho… E assim vão os preconceitos, as ideias formadas antecipadamente.

Mas o pior é quando o tal do preconceito mora em nós. Deixamos de dar passos por nos sentimos incapazes, nos comparamos, nos sentimos menos inteligentes que outros… No fundo muitas pessoas têm diversos dons e talentos que ficam adormecidos, simplesmente por acharem que o fato de serem de origem simples, seja uma barreira. Livre-se dos preconceitos, faça aquela faculdade, corra atrás daquele emprego, monte seu negócio, dê aquele passo…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *