Só os incansáveis chegam à vitória

Após o nascimento de Jesus, seus pais foram, conforme a Lei, apresentá-Lo no templo, pois assim deveria ser com todo primogênito do sexo masculino. Existia em Jerusalém um homem, já de idade avançada, chamado Simeão. Sobre ele é dito que “esperava a consolação de Israel”, ou seja: Ele esperava a vinda do Messias, Aquele que iria governar o povo de Deus. E ainda, seu desejo era “não morrer sem ver o Cristo, o Senhor”. Quando então, os pais de Jesus entram no templo e Simeão ver o menino exclama:

“Agora Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa Palavra. Porque os meus olhos viram a Vossa salvação, que preparastes diante de todos os povos, como luz para iluminar as nações e para a glória de vosso povo Israel”.

Aquele homem sentiu-se realizado, pleno. Foi uma vida inteira esperando o Messias. Ao vê-Lo, uma paz invadiu seu coração, sua mente… Certamente um filme se passou pela sua cabeça. Foram anos de ansiedade, de orações, de estudos… Valeu a pena o esforço, valeram a pena as vigílias em oração, valeram a pena os debates sobre o assunto… A sensação de missão cumprida era tão forte que Simeão podia morrer: “Agora Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa Palavra. Porque os meus olhos viram a Vossa salvação”. Simeão nos mostra que era incansável em seu sonho.

É preciso ser incansável para atingir nossos objetivos e assim poder chegar ao ponto de dizer: Agora posso partir em paz, por que alcancei meu objetivo, não preciso de mais nada…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *