O que Deus pode?

Certa vez, um homem trouxe até Jesus o filho que era atormentado por um espírito mal que o fazia ranger os dentes, endurecer o corpo e jogava-o ao chão violentamente. Jesus perguntou a quanto tempo isto acontecia e o pai do rapaz disse-Lhe que desde a infância, e até lançava o rapaz ora na água, ora no fogo; e por fim aquele pai diz a Jesus: “‘Se tu, porém, podes alguma coisa, ajuda-nos, compadece-te de nós!’ Disse-lhe Jesus:’ Se podes alguma coisa!… Tudo é possível ao que crê’. Imediatamente exclamou o pai do menino: ‘Creio! Vem em socorro à minha falta de fé’.”

Aquele pai está tão desiludido, cansado daquele sofrimento com o filho, que diz a Jesus: “Se tu, porém, pode alguma coisa…” E Jesus se admira da falta de fé dele e responde: “Se podes alguma coisa!” Aquele pai deveria estar cansado. Deveria ter buscado auxílio em tantos lugares…Por isso a sua descrença. Mas Jesus ao dizer para ele: “Tudo é possível ao que crê”, faz aquele homem fazer provavelmente a oração mais sincera que encontramos na Bíblia: “Creio! Vem em socorro à minha falta de fé”

Nenhum de nós está livre disso: Situações de sofrimento demorados, tribulações que se estendem por longos períodos, tendem a trazer um cansaço muito grande, especialmente quando rezamos por longo período sem obter um resultado a contento. Nesta hora, o que nos ocorre é o mesmo que ocorreu àquele pai: Será que Jesus pode tudo? E nestes momentos é preciso fazer esta oração: “Creio! Vem em socorro à minha falta de fé”. É esta oração sincera que não permitirá que sucumbamos ao cansaço da espera de uma Graça.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *