Você busca recompensa?

No evangelho de São Mateus, Jesus dá essas recomendações aos seus discípulos: “Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita. Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á”. “Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á”. ” Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto.  Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á”.

Essas recomendações foram dadas por Jesus, porque os fariseus faziam questão de mostrar aos homens o que faziam. Eles tinham uma religião de aparências, simplesmente de gestos externos. Faziam as práticas de piedade como Esmola, oração e jejum não por sincera devoção, mas simplesmente para serem vistos como cumpridores da lei.

Ainda em nossos dias muitos se comportam desta forma na religião, mas também nas coisas práticas da vida, como família e trabalho. Muitos fazem algo simplesmente para ter uma recompensa, outros para serem vistos e alguns ainda para provarem que são melhores que outros. A verdadeira prática do bem deve ser feita no escondido; e Deus que vê no escondido nos recompensará. Um exemplo simples são alguns políticos que tocam trombetas ao iluminarem uma rua, sendo que isso é simplesmente obrigação deles. Mas porque o fazem? Querem a recompensa…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *