A maneira correta de tratar as pessoas

De alguma forma e por diversas pessoas aprendi ainda cedo: “Não faça para os outros aquilo que você não gostaria que fizessem para você”. Parece um ensinamento óbvio de tão claro e simples e de fato é. Mas se é tão simples e óbvio porque ainda julgamos, condenamos, não perdoamos? A resposta também me parece simples e óbvia: Julgamos, condenamos e não perdoamos porque esquecemos que tão seres humanos sujeitos a falhas, erros e pecados também somos nós. Demonizamos as pessoas e nos santificamos. A maneira de mudarmos este comportamento Jesus ensina neste texto do Evangelho de São Lucas:

“Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados; dai e vos será dado… porque com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.”

Releia mais uma vez. Então, antes de julgar, condenar e não perdoar alguém, reflita: com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.” De fato, é uma questão óbvia: Como quero ser tratado, devo tratar as pessoas…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *