Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta?

“Sião dizia: O Senhor abandonou-me, o Senhor esqueceu-me. Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca”.

Existem determinados momentos da vida, que tantas coisas acontecem, problemas surgem, tudo vai tão mal, que o sentimento de estar sozinho parece que nos domina a ponto de achar que até Deus nos abandonou, como está em destaque este texto acima do capítulo 49 do livro do Profeta Isaías. E a resposta que Deus dá é a mesma citada pelo profeta: “Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca”.

É impressionante como a resposta de Deus é tão atual. Infelizmente se tornou comum vermos em nossos dias bebês serem abandonados. E o mais impressionante é como esses bebês são achados. A um tempo atrás, passou  no jornal que um homem andava na rua e resolveu revirar um latão de lixo. Ao mexer no lixo viu um recém-nascido. A mãe abandonou, esqueceu-o; mas Deus não. Moveu aquele homem àquele lixo, naquela hora para salvar aquela criança.

Também é assim comigo e com você: Ainda que nos esqueçam, Deus não esquece, jamais nos abandona. Tenha certeza, esse sofrimento passará e não há porta fechada que Deus não possa abrir.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *