Não basta servir a Deus…

No livro do Profeta Isaías na Bíblia, existe esta expressão: “Não basta que sejas meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os fugitivos de Israel; vou fazer de ti a luz das nações, para propagar minha salvação até os confins do mundo”.

Fiquei a pensar na caminhada dos que servem a Deus, trabalham na Igreja, que de alguma forma são servos. Ser servo de Deus é até fácil. Ter conhecimento da Bíblia e de coisas de Igreja é fácil também. Mas este trecho em negrito acima fala que isso não basta, que é preciso ser luz.

Nós sabemos bem o que é a luz. Onde há luz, não há escuridão, não há sujeira. A luz tem o poder de mostrar, de revelar o que não está bom. A luz tem o poder de nos guiar, nos conduzir. Portanto, estar na Igreja, conhecer bíblia e até mesmo ser servo em algum movimento ou grupo é fácil; mas ser alguém com a capacidade de como a luz guiar, conduzir, orientar exige vivência, coerência e isso não é tão fácil viver.

Na verdade, assim com a luz é o que é e age com coerência sendo o que é, os que servem a Deus assim devem ser: Coerentes. Devem agir como são, como servos de Deus, como pessoas que têm Deus e por isso agem e falam de acordo com o que Deus quer…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *