Vá para Jerusalém! É fácil…

Esta fala é de São Paulo e está no livro dos Atos dos apóstolos: “E agora, prisioneiro do Espírito, vou para Jerusalém sem saber o que aí me acontecerá. Sei apenas que, de cidade em cidade, o Espírito Santo me adverte, dizendo que me aguardam cadeias e tribulações.  Mas, de modo nenhum, considero a minha vida preciosa para mim mesmo, contanto que eu leve a bom termo a minha carreira e realize o serviço que recebi do Senhor, ou seja, testemunhar o Evangelho da graça de Deus”. 

É uma linda expressão: “Prisioneiro do Espírito”. Paulo está indo para Jerusalém, impulsionado pelo Espírito Santo. Sente que lá será complicado; que cadeias e tribulações o esperam, mas sabendo qual é a sua missão: “que eu leve a bom termo a minha carreira e realize o serviço que recebi do Senhor, ou seja, testemunhar o Evangelho da graça de Deus”, ele vai assim mesmo…

Existem atitudes e posturas na vida que são muito difíceis de tomar. É este “ir para Jerusalém”, como Paulo estava indo: Perdoar alguém, recomeçar a vida, terminar um relacionamento que não está fazendo bem, recomeçar um relacionamento que que saturou, deixar um vício, etc… É preciso uma força maior, além da nossa vontade. Paulo conseguiu ir para Jerusalém, mesmo sabendo que lá as coisas não seriam fáceis porque se entregou ao Espírito Santo a tal ponto que se sentia prisioneiro d’Ele.

Se hoje lhe é difícil “ir para Jerusalém”: Enfrentar situações difíceis. Peça durante o dia: Vem Espírito Santo, me conduz a fazer (diga o que precisa fazer)… Amém!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *