É próprio de quem reza se comprometer

Nos conta o evangelista São Lucas, que um dia “Saindo Jesus da sinagoga, entrou na casa de Simão. A sogra de Simão estava com febre alta; e pediram-lhe por ela. Inclinando-se sobre ela, ordenou ele à febre, e a febre deixou-a. Ela levantou-se imediatamente e pôs-se a servi-los”.

A sogra de Pedro, com o coração agradecido, pôs-se a servir Jesus e seus discípulos, depois de receber a cura. Nos dias de hoje, falta-nos também um coração agradecido. Muitos fazem pedidos, fazem novenas, “correntes de oração”, penitências… Mas e o servir?

Ora, este servir é traduzido em compromisso. Quem reza, recebe Graças, tem um contato com Deus, automaticamente se compromete, indo além da oração…

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *