É preciso pedir aquilo que nos falta!

Hoje, dia 18 de Outubro, a liturgia da Igreja está em festa, pois lembramos a vida e o testemunho do evangelista São Lucas. São Lucas tornou-se excepcional para a vida da Igreja por ter sido dócil ao Espírito Santo, que o capacitou com o carisma da inspiração e da vivência comunitária, resultando no Evangelho segundo Lucas e na primeira história da Igreja, conhecida como Atos dos Apóstolos.“Naquele tempo o Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos e os enviou dois a dois, na sua frente, a toda cidade e lugar aonde ele próprio devia ir. E dizia-lhes: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, pedi ao dono da messe que mande trabalhadores para a colheita. Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo caminho! Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: ‘A paz esteja nesta casa!’ Se ali morar um amigo da paz, a vossa paz repousará sobre ele; se não, ela voltará para vós. Permanecei naquela mesma casa, comei e bebei do que tiverem, porque o trabalhador merece o seu salário. Não passeis de casa em casa. Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos, comei do que vos servirem, curai os doentes que nela houver e dizei ao povo: ‘o Reino de Deus está próximo de vós’”. Evangelho de São Lucas, capítulo 10, versículos 1 a 9.

       Certamente, Jesus quer que aqueles que Ele escolheu aprendam que tudo se obtém pela oração; que tudo que fazemos deve estar submetido a Deus, pois tudo vem d’Ele e pertence a Ele.
       Não deve ser diferente conosco, pois assim como o problema de Jesus era por falta de pessoal, nós também temos os nossos problemas; também nós em determinados momentos sentimos falta de algo: Falta de dinheiro, falta de saúde, falta de emprego, falta de alguém… E é nesse momento que precisamos nos dirigir e confiar n’Aquele que é o Senhor de tudo, pedindo aquilo do qual sentimos falta. E esta oração precisa estar revestida da certeza de que Ele tem o controle de todas as coisas. Se Ele não nos der de imediato aquilo que nos falta, nos dará força e condições de passar por este momento. Por isso, jamais a pessoa que reza deve esquecer que Deus tem o controle de todas as coisas, ainda que diante dos olhos pareça que tudo está descontrolado. Seja o que estiver faltando em sua vida, continue perseverando nas suas orações, Deus é fiel.
Colaboração: Carlos, Ipatinga-MG
DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *