Como aplicar a maior vingança?

Hoje, 10/01, a liturgia da Igreja Católica celebra na primeira leitura – 1 João 4, 19-5,4 – a seguinte mensagem: “Caríssimos, quanto a nós, amamos a Deus porque ele nos amou primeiro. Se alguém disser: “Amo a Deus”, mas entretanto odeia o seu irmão, é um mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê. E este é o mandamento que dele recebemos: aquele que ama a Deus, ame também o seu irmão. Todo o que crê que Jesus é o Cristo nasceu de Deus, e quem ama aquele que gerou alguém amará também aquele que dele nasceu. Podemos saber que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Pois isto é amar a Deus: observar os seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados, pois todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que venceu o mundo: a nossa fé.”Primeira Carta de São João, capítulo 4, versículos 19 a 21 e capítulo 5, versículos 1 a 4.

       Como aplicar a maior vingança? É bem provável que sua experiência com Deus ainda não lhe tenha permitido compreender que o fato de nos aplicarmos a fazer o bem a todos, bons e maus, é uma porta para a ação de Deus e Sua justiça.

E mais: Deus mesmo nos convida para que caprichemos no amor, especialmente com quem nos aborrece. É assim que o Altíssimo aplica Sua justiça e somos alvo de muitas bênçãos! Interessante, não é? A maior “vingança” é o amor!

Colaboração: Carlos, Ipatinga-MG

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *