INIQUIDADE é o ato próprio praticado pelo iníquo. Em regra geral, iníquo é o mesmo que injusto. Injusto por sua vez é o oposto de justo. O justo é aquele que está em plena conformidade com a vontade de Deus. O iníquo portanto, que é o mesmo que injusto, não está ou não vive conforme a vontade de Deus.

São João na sua primeira carta, capítulo 5, versículo 17, diz: “Toda iniquidade é pecado, mas há pecado que não leva à morte”. Qual pecado não leva à morte, não é mortal? O pecado por ignorância, por não saber a verdade, o pecado involuntário. Mas, a iniquidade leva à morte por que? Porque iniquidade é sabermos qual é a vontade de Deus e não fazermos. É o pecado voluntário, com consciência. É não querer acordo com o que Deus quer.

O que fazer então, para não nos tornarmos iníquos? Para não sermos tocados pelo malígno e fazermos a vontade dele, o que ele quer? A resposta é ACAUTELAR-SE. Sim, acautelar-se é ter cuidado para evitar maus resultados. Sobre acautelar-se São João na sua primeira carta, capítulo 5, versículo 18 ensina: “Sabemos que aquele que nasceu de Deus não peca; mas o que é gerado de Deus, se ACAUTELA, e o maligno não o toca”.

Esse acautelar-se, cuidar-se, se dá através da oração, do desejo sincero de fazer o que Deus quer e fugindo das situações que nos levam ao erro. Só assim, não seremos iníquos!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!