Após superar a primeira tentação, o diabo levou à Cidade Santa, colocou Jesus na parte mais alta do templo, e disse: “Se és filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra”. E Jesus sabiamente, sabendo que a confiança verdadeira aceita a palavra de Deus e não necessita testá-la, responde: “Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus”. Evangelho de São Mateus, capítulo 4, versículos 6 e 7.

       Como Jesus tinha replicado a primeira tentação anterior dizendo que confiava em cada palavra do Senhor. Aqui o inimigo está dizendo: “Se és filho de Deus, atira-te abaixo”. Bem, se confia tanto em Deus, então experimenta-o. Verifica e vê se Ele realmente cuidará de ti.
       Temos que está sempre em guarda! O diabo é versátil, Jesus venceu em uma área, então o diabo se mudou para outra. O diabo também faz assim com a gente, a todo o momento ele vive mudando de área, situações… tentando nos pegar! O diabo cita a Escritura; ele põe como isca no seu anzol os versículos da Bíblia. Pessoas freqüentemente aceitam qualquer ensinamento, se está acompanhado por um bocado de versículos. Mas cuidado! O mesmo diabo que pode disfarçar-se como um anjo celestial pode, certamente, deturpar as Escrituras para seus próprios propósitos. A verdadeira confiança não experimenta, não continua pondo condições ao nosso serviço a Deus, e não continua exigindo mais prova. Em vista da abundante evidência que Deus apresentou, é perverso pedir a Deus para fazer algo a mais para dar prova de si.
Colaboração: Carlos, Ipatinga-MG
DEIXE SEU COMENTÁRIO!