Porque sempre damos desculpas?

“Há em Jerusalém, junto à porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, que tem cinco pórticos. Nestes pórticos jazia um grande número de enfermos, de cegos, de coxos e de paralíticos, que esperavam o movimento da água. [Pois de tempos em tempos um anjo do Senhor descia ao tanque e a água se punha em movimento. E o primeiro que entrasse no tanque, depois da agitação da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse.] Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. Vendo-o deitado e sabendo que já havia muito tempo que estava enfermo, perguntou-lhe Jesus: Queres ficar curado? O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; enquanto vou, já outro desceu antes de mim”. Evangelho de São João, capítulo 5, versículos 2 a 7.

       Veja a desculpa que esse homem no tanque de Betesda, deu: Meu filho você quer ser curado? Veja senhor, tudo começou em… Jesus não queria saber de sua historia, Jesus havia perguntado se aquele homem queria ser curado! Mas veja senhor, ninguém me leva ao tanque de água, essa sociedade não pode nem levar a gente no tanque…
       Se Abraão era velho demais, se Isaac era sonhador demais, se Jacó era trapaceiro, se Moisés era gago, se Gideão tinha medo, se Sansão era mulherengo, se Raabe era prostituta, se Jeremias era jovem demais, se Davi foi adultero e assassino, se Isaías tinha lábios impuros e pregou nu, se Jonas fugiu de Deus, se Noemi era viúva e desamparada, se Jó perdeu tudo que tinha, se João Batista era esquisito, se Pedro negou a Cristo, se os discípulos duvidaram da ressurreição, se Maria Madalena tinha sido possessa e prostituta, se a mulher samaritana tinha divorciado muitas vezes, se Zaqueu era pequeno e feio, se Timóteo tinha doenças, se Paulo já tinha matado Cristãos, se Lazaro já tinha sido morto. Como que você tem coragem de dar alguma desculpa para Deus não te usar?
Colaboração: Carlos, Ipatinga-MG
DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *