“Alguns dias depois, Jesus entrou novamente em Cafarnaum e souberam que ele estava em casa. Reuniu-se uma tal multidão, que não podiam encontrar lugar nem mesmo junto à porta. E ele os instruía. Trouxeram-lhe um paralítico, carregado por quatro homens. Como não pudessem apresentar-lho por causa da multidão, descobriram o teto por cima do lugar onde Jesus se achava e, por uma abertura, desceram o leito em que jazia o paralítico. Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: ‘Filho, perdoados te são os pecados'”.

Quando se reza por alguém ou por uma causa, não pode haver limites ou barreiras. Pela oração perseverante, abre-se o caminho até Jesus. É Ele quem cura, liberta, realiza o impossível. Mas para chegar até Jesus, é preciso fazer como aqueles quatro amigos, citados no evangelho acima citado, escrito por São Marcos, capítulo 2, versículos de 1 a 5.

Os quatro amigos do homem paralítico, tiveram, o que costumo chamar de postura de fé. Por ela, é que surge uma abertura, onde Jesus vai ver a fé, que nem mesmo o “paralítico” por quem estamos rezando tem. Sim, erramos quando exigimos de alguém uma fé extraordinária, sobretudo quando a pessoa está paralisada numa depressão, numa enfermidade qualquer ou num problema grave, pois a pessoa está paralisada. Cabe a nós, como fizeram aqueles amigos, ter como já disse, uma postura de fé, que consiste em: Rezar (Trouxeram-lhe um paralítico- Os amigos levaram o paralítico até Jesus). Carregar (carregado por quatro homens- Existem pessoas que diante de tal problema paralisam; e nesta hora precisamos literalmente carregá-la nas costas). Amar (Como não pudessem apresentar-lho por causa da multidão, descobriram o teto por cima do lugar onde Jesus se achava- Quem ama passa por cima de tudo para ajudar, quem ama faz loucuras, é insistente, persistente…)

Guarde bem: As Graças de uma oração por alguém não virão por recitarmos fórmulas poderosas de oração, mas por uma postura de fé, que consiste em REZAR, CARREGAR, AMAR! Quando assim fizermos, vai acontecer, como aconteceu com os quatro amigos: Vai surgir uma abertura e Jesus, vendo a nossa postura de fé, vai curar o “nosso paralítico”! “Por uma abertura, desceram o leito em que jazia o paralítico. Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: ‘Filho, perdoados te são os pecados'”.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!