Jesus criticava os fariseus duramente porque viviam uma religião de aparência. Se preocupavam demais com gestos externos e pouco cuidavam do interior. O que eles fazem exteriormente não refletia o modo de vida deles. No evangelho de São Marcos, capítulo 7, versículo 8, Jesus diz: “Deixando o mandamento de Deus, vos apegais à tradição dos homens”. Os fariseus se apegavam a rituais, a tradições como lavar as mãos antes de comer, nada fazer em dia de sábado, a ponto de esses ritos tornarem-se mais importantes que a própria vida humana.

Corremos o mesmo riso que os fariseus, de ter uma religião de tradições, de gestos exteriores. As tradições, os gestos, os ritos são bonitos e importantes; mas eles precisam mudar o nosso interior. Ir a Missa, rezar um terço, fazer uma novena, ajudar alguém… Se tudo isso não estiver revestido de amor, de entrega, de sinceridade e provocar uma mudança em nossas atitudes exteriores, se tornarão simplesmente ritos, nada mais que isso…

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!