Certa vez apresentaram a Jesus para ser apedrejada, uma mulher que foi flagrada em adultério (A Lei exigia tal punição). Jesus questiona aquelas pessoas: “Quem de vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra”. As pessoas se afastam um a um. Ficam somente ali Jesus e a mulher. Ele, voltando-se para ela diz: “Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar”. Toda esta narrativa está no evangelho de São João, capítulo 8, versículos de 1 a 11.

O resumo de tudo isso é: A misericórdia vence a miséria. Jesus não isentou aquela mulher da sua culpa, nem nos isenta. Mas nos acolhe como a acolheu. Deu-lhe o Senhor e nos dar sempre uma chance: “Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar”. Não deveríamos nós também, sermos assim com os outros?

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!