Judas e Pedro: O primeiro trai Jesus. O segundo O nega três vezes. Os dois perturbam Jesus pelas atitudes que tomam. O versículo 21 do capítulo 13 do evangelho de São João, se refere a Judas: “Jesus ficou perturbado em seu espírito e declarou abertamente: Em verdade, em verdade vos digo: um de vós me há de trair!” O versículo 38 se refere a Pedro: “Darás a tua vida por mim!… Em verdade, em verdade te digo: não cantará o galo até que me negues três vezes”. Tanto Judas como Pedro, têm a chance de recomeçar. Pedro consegue, pois se arrepende. Judas não consegue pois se condena.

A traição fere mais o traidor que o traído. O traído pode ficar perturbado no momento como Jesus ficou. Mas o traidor, se não sair de si como fez Pedro, pedir perdão, se humilhar e recomeçar, corre o risco de como Judas, perder o sentido da vida e se condenar a si próprio.

Se você foi traído, apesar de ficar perturbado, você confiou, amou, se doou, fez sua parte no relacionamento; recomece a vida. Se você traiu, peça perdão, se humilhe… E ainda que a pessoa que você traiu não te perdoe, recomece como Pedro e não se condene como Judas.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!