O evangelista São Lucas, nos conta: “Nesse mesmo dia, dois discípulos caminhavam para uma aldeia chamada Emaús, distante de Jerusalém sessenta estádios. Iam falando um com o outro de tudo o que se tinha passado. Enquanto iam conversando e discorrendo entre si, o mesmo Jesus aproximou-se deles e caminhava com eles. Mas os olhos estavam-lhes como que vendados e não o reconheceram“. Esses dois discípulos, presenciaram muito sofrimento. A morte de Jesus, além de injusta, foi demasiadamente brutal, a ponto de os olhos daqueles dois terem ficado fixos lá no sofrimento, e durante o percurso que faziam, era esse o assunto deles; e tão presos ao sofrimento estavam, que Jesus aparece e eles não O reconhecem. O sofrimento os cegara e dominava o coração deles, a ponto de só falarem disso.

Não é diferente conosco. Precisamos nos cuidar, pois quando estamos sofrendo por algo ou por alguém, corremos o risco de fazer disso o sentido da nossa vida. Corremos o risco de ficar com os olhos fixos na dor e não enxergar mais nada à nossa volta. Quando o que motiva nossas conversas é só sofrimento, ficamos cegos, perdemos a esperança, não vemos mais solução, perdemos a fé, deixamos de rezar…

O que fazer então? Tudo está nos olhos! Tire os olhos do sofrimento! Fixe-os em Deus! Tire o sofrimento das suas conversas! Fale com Deus! A esperança vai renascer! Seus olhos vão se abrir e você vai ser capaz de mesmo com sofrimentos, ter sentido pra viver!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!