Jesus usava uma lógica muito simples. Se comparava a uma videira. E aqueles que o seguiam comparava a ramos de videira, que jamais poderiam dar frutos, sem estarem ligados: “O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto”.

Aquilo que produzimos deriva de onde estamos ligados. Há pessoas fortemente ligadas ao passado: Foram traídas, enganadas e o fruto que produzem hoje é um fruto de medo, de desconfiança, de julgamento, justamente porque não estando ligadas a Jesus que passou por tudo isso, não sabem como superar e dar a volta por cima… Há pessoas em cargos de autoridade, como muitos candidatos em eleições e políticos já eleitos, ligados à ganância, à sede de poder, buscando interesses e favorecimentos pessoais, porque não estão ligados a Jesus, por isso não têm compaixão do povo, não estão dispostos a “morrer pelo povo como Jesus”.

Não aceite viver uma vida infrutífera ou que produza frutos que não correspondem ao Reino de Deus. Note bem: “O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós, os ramos”. Ainda que hoje você esteja cheio de motivos para explodir, falar uma “verdades”, desejoso de justiça por algo que houve, fale antes com Jesus; para que de você só saiam frutos que vêem do Céu.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!