Jesus foi preparando os seus discípulos para todo sofrimento que ia passar e para a Sua morte. E uma das coisas que precisavam ficar claras para eles, é que a tristeza pela perda de Jesus era algo momentâneo; e que, através da vinda do Espírito Santo, Jesus se faria presente na vida deles, acompanhando-os em tudo. Por isso, Jesus lhes disse no capítulo 16, versículo 22 de São João: “Assim também vós: sem dúvida, agora estais tristes, mas hei de ver-vos outra vez, e o vosso coração se alegrará e ninguém vos tirará a vossa alegria“.

A grande marca do Cristão, da pessoa que crer em Jesus é alegria. Porque Jesus venceu tudo. Ele venceu o que era invencível: A morte. Os que seguem Jesus, que se declaram Cristãos não têm mais o que vencer, já venceram tudo! Ao Cristão, só sobrou a alegria, como de um grande atleta que conquistou tudo, bateu todos os recordes. Por isso, quando um Cristão, alguém que crer em Jesus, passa por um sofrimento, precisa lembrar de quem segue, olhar para a Cruz. E muito mais que isso: Tomar consciência de que o Sangue de Jesus derramado na Cruz anulou o poder do mal. E por isso, ninguém vos tirará a vossa alegria”.

Alegria não é euforia. Alegria não se traduz por gargalhada. Podemos estar alegres mas silenciosos. Podemos estar sofridos por algo que aconteceu ou por alguém que nos feriu e mesmo assim estar alegres. Alegria é uma decisão. Mas acima de tudo, alegria é uma convicção de vitória, apesar e em meio a tribulações. Alegria é não permitir que mal algum interfira em meu comportamento, porque sou Cristão e já venci tudo!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!