Hoje, ao rezar com a Palavra de Deus, meditei sobre algo precioso dito por Jesus no evangelho de São João, capítulo 17, versículo 4: “Eu te glorifiquei na terra. Terminei a obra que me deste para fazer”. É impressionante a segurança com que Jesus diz estas palavras. Certamente, Ele estava tomado por um sentimento bom de missão cumprida! Não havia em Jesus, sentimento de fracasso, de derrota ou frustração.

Penso que cada um de nós neste mundo, precisa encarar a vida como uma grande missão. Se assim for, o que fizermos terá presença de Deus e se tiver presença de Deus, terá a Sua Bênção e tendo Bênção de Deus faremos com perfeição, não tendo do que nos envergonhar; não cabendo em nosso coração sentimentos de fracasso, derrota ou frustração…

É no mínimo muito triste quando uma pessoa não vive neste mundo como uma missão sua vida familiar, sua profissão, seus relacionamentos… Ela corre o risco de olhar para trás e ser invadida por uma frustração enorme como na canção “epitáfio”: Devia ter amado mais. Ter chorado mais. Ter visto o sol nascer. Devia ter arriscado mais. E até errado mais. Ter feito o que eu queria fazer. Queria ter aceitado. As pessoas como elas são. Devia ter complicado menos, trabalhado menos, ter visto o sol se pôr. Devia ter me importado menos, com problemas pequenos, ter morrido de amor…

Quem não vive a vida como uma missão viverá sempre se queixando do que poderia ter feito de mais ou de menos… É isso que você quer?

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!