Existem duas coisas básicas na vida do ser humano: Sal e luz. Nada pior do que uma comida sem sal. Ela é insossa, não tem sabor. E comer algo assim é muito ruim. A luz ilumina. Por ela enxergamos, conseguimos caminhar, ver que rumo tomar. Esses dois elementos foram citados por Jesus no evangelho de São Mateus, capítulo 5, versículos 13 e 14: “Vós sois o sal da terra…” “Vós sois a luz do mundo…”

Jesus não nos compara com o sal e a luz, nem tão pouco nos pede para sermos semelhantes a eles. Jesus afirma: “Vós sois o sal da terra…” “Vós sois a luz do mundo…” E se somos, devemos ser! Fomos constituídos por Deus para tornar esse mundo saboroso e iluminado. E isso só não acontece quando nos apossamos do que não dá sabor, do que é escuridão; quando assumimos posturas inadequadas, do tipo: “essa minha solidão”, “essa minha tristeza”, “essa minha dor de cabeça”, “esse meu medo”… Quando nos apossamos – tomamos posse destas e outras coisa negativas, elas ficam impregnadas em nós, descaracterizando aquilo que somos: Sal da terra e luz do mundo.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!