Jesus fez várias recomendações aos seus discípulos. Uma delas, descrita no evangelho de São Mateus, capítulo 10, versículos 12 e 13 é esta: Entrando numa casa, saudai-a: Paz a esta casa. Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós”.

Às vezes achamos que desejar o bem, sobretudo a quem nos fez um mal é se rebaixar. O pensamento é “isolar” quem nos fez um mal. Porém, quando assim agimos, ficamos amargos, ásperos… Na verdade, ficar magoado, ou desejando um mal a alguém corrói nosso coração, danifica nosso rosto e prejudica nossa saúde física também, causando doenças físicas, emocionais e espirituais.

O correto diante de quem não nos quer bem, diante de quem nos fez um mal é desejar-lhe a paz. Sim, desejar-lhe coisas boas. Se a pessoa o rejeitar, o bem desejado, disse Jesus, retornará a quem o desejou. Então, na prática: Se alguém lhe fez um mal, comece rezando por esta pessoa, pedindo que Deus a abençoe. E deseje para ele todo toda paz, todo bem… Se ela o rejeitar, tudo que você pediu e desejou para ela, virá sobre você. E você não será atingido por nenhum mal físico, emocional ou espiritual.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!