Como conviver com quem me contraria?

No que toca os relacionamentos humanos, uma das coisa pedidas por Jesus foi: “Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás em caminho com ele…” Aqui a palavra chave é acordo. Acordo nada mais é que Harmonia entre pessoas, concórdia, entendimento, concordância sem que os atos de um contrariem os do outro.

As pessoas não são e não fazem o que queremos. E quase sempre os relacionamentos são pautados nisso: Daí, amizades, namoros, casamentos se desfazem; a convivência entre vizinhos e colegas de trabalho se torna insuportável. Há quem perca bons empregos, mude de rua, de bairro e até mesmo de cidade, por não conseguir conviver com o outro.

Para conviver bem, compreenda:

1- As pessoas não são como queremos. Elas são pessoas. São diferentes.

2- Entre em acordo. Dê passos. Aprenda a “fechar os olhos” para algumas atitudes do outro. Lembre-se da máxima: “Comigo a máxima exigência, com o outro a máxima misericórdia”.

3- Entre em acordo ainda em caminho neste mundo. Pois depois da morte não há o que fazer. Não tem como entrar em acordo.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *