Gostaria que você lê-se o texto que segue. Ele é o capítulo 2, versículos de 41 a 51, do evangelho de São Lucas: “Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem. Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos. Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele. Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas. Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição. Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai? Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera. Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração“.

De propósito deixei em destaque duas frases. Primeira: “Eles, porém, não compreenderam o que Ele lhes dissera”. Certamente não foi fácil para Maria e José o sumiço de Jesus, que tinha apenas 12 anos. Quem tem filho entende bem isso. Sobretudo porque foram três dias de procura. Também não foi fácil ouvir a resposta daquele menino ao ser indagado sobre seu sumiço: “Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?” Havia em tudo isso um mistério. Mistério este que a mente de Maria e José não compreendiam. Por isso destaquei a segunda frase: “Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração”. Maria percebe naquele momento que não adiantaria raciocinar, era preciso guardar aquilo tudo, pois no momento certo, haveria a compreensão.

A exemplo de Maria e José, existem acontecimentos que não compreendemos: A morte de alguém, uma enfermidade, um acidente… E diante de tais acontecimentos, o erro que cometemos é ficar raciocinando, tentando entender com a mente, tentando inclusive achar soluções. Nestes momentos muitas pessoas buscam reencontrar quem já morreu através do espiritismo, fazer trabalhos, até mesmo cirurgias espirituais para curar doenças; outros gastam rios de dinheiro buscando em cartomantes e jogos de búzios compreender perdas e acontecimentos. E por fim, muitos se afundam na busca de compreender, a ponto de ficarem doentes, depressivos, vivendo à base de remédios. E há aqueles que nessa busca poe compreender, se desesperam e tiram a  própria vida.

Nem tudo vamos compreender. O segredo está em Maria: Guardar tudo no coração. E se não tivermos a compreensão nesta vida, teremos na vida eterna, quando estivermos com Deus. Sempre que você não compreender algo, pare em um lugar silencioso, ponha a mão sobre seu coração e reze: Ave Maria, cheia de Graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres e Bendito é o fruto do vosso ventre: Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!