Perigo enorme para a fé é o acostumar-se com o sagrado.

Jesus cita algumas cidades aqui nos versículos 21 a 24 do capítulo 11 do evangelho de São Mateus. Ao ler estes versículos, ponha seu nome no lugar destas que estão destacadas em negrito:Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida! Porque se tivessem sido feitos em Tiro e em Sidônia os milagres que foram feitos em vosso meio, há muito tempo elas se teriam arrependido sob o cilício e a cinza. Por isso vos digo: no dia do juízo, haverá menor rigor para Tiro e para Sidônia que para vós! E tu, Cafarnaum, serás elevada até o céu? Não! Serás atirada até o inferno! Porque, se Sodoma tivesse visto os milagres que foram feitos dentro dos teus muros, subsistiria até este dia. Por isso te digo: no dia do juízo, haverá menor rigor para Sodoma do que para ti!

Estas cidades destacadas acima em negrito, foram cidades onde Jesus andou, conviveu, passou e fez muitos milagres. E Eles as censura porque apesar de tudo que Ele fazia, o povo de lá não se convertia; apenas queriam os milagres. E de certa forma foram se acostumando com o sagrado, sem compromisso de mudança.

Perigo enorme para a fé é o acostumar-se com o sagrado. É rezar, cumprir ritos como ir à Missa, ir ao culto, rezar rosário, fazer novena, ler a Palavra de Deus e não mudar em nada. Quando se acostuma com o sagrado, Ele perde seu efeito. A fé se reduz a atos externos. Que Deus nos livre disso! Amém!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *