Como vencer o comodismo

No capítulo 16 do seu evangelho, São Mateus nos conta que “alguém aproximou-se de Jesus e disse: “Mestre, que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?” Jesus respondeu: “Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é o Bom. Se queres entrar na vida, observa os mandamentos”. O homem perguntou: “Quais mandamentos?” Jesus respondeu: “Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho, honra teu pai e tua mãe, e ama o teu próximo como a ti mesmo”. O jovem disse a Jesus: “Tenho observado todas essas coisas. Que ainda me falta?” Jesus respondeu: “Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico”.

Que coisa interessante: O jovem cumpria todos os mandamentos da Lei de Deus, mas não estava realizado. Qual era o problema dele? Ele parou naquilo que fazia. Sentia que algo lhe faltava. Por isso pergunta a Jesus: “Tenho observado todas essas coisas. Que ainda me falta?”. Parece um absurdo alguém cumprir todos os mandamentos e ainda faltar alguma coisa, mas não é.

Uma pessoa pode viver na Igreja, rezar muito, ser bem casada, ter várias faculdades e um excelente emprego, mas se parar naquilo que faz, se acomodar, não ter criatividade, cair na rotina, tudo perde o sentido, ainda que tudo esteja bem. O bom na vida para não se acomodar é ao acordar todos os dias e perguntar-se a si próprio: “Que ainda me falta?” na fé, na família, na profissão? Quem assim fizer, não se acomodará, não cairá na rotina, não viverá frustrado.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *