Estamos preocupados em mudar ou mudar os outros?

Tudo que Jesus falava nunca foi tão atual como em nossos dias. Vejamos um exemplo no capítulo 23, versículo 25 do evangelho de São Mateus: Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós limpais o copo e o prato por fora, mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça. Fariseu cego! Limpa primeiro o copo por dentro, para que também por fora fique limpo”. Jesus criticava severamente os fariseus por se preocuparem tanto com gestos externos, com atitudes dos outros e não cuidarem de si próprios; julgando as pessoas e exigindo demasiadamente delas.

Exemplos concretos podem nos ajudar a refletir: Há pais que mandam seus filhos para a catequese, mas vivem em discordância com a Igreja, aprovando aborto, faltando a Missa aos domingos, criticando a Igreja, falando mal de pessoas… Como exigir dos filhos amor pela Igreja e pelas coisas de Deus? Em tempos como esse de eleições, critica-se os políticos, fala-se contra corrupção, mas há quem quem diga que não vai votar e ainda há quem aceite tanques de gasolina para por foto de candidato no carro. Como exigir honestidade quando o político for eleito?

Outros exemplos poderiam ser dados, mas façamos uma reflexão se de fato estamos nos ocupando em mudar por dentro. Só assim, seremos capazes de mudar nossas atitudes e exigir que as pessoas mudem. Senão, seremos eternos fariseus. Sei que é duro isso, mas é a realidade!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *