O que fazer com pessoas que não mudam?

plantaExistem pessoas que nos cansam: Porque vivem dizendo que vão mudar e não mudam. E o que fazer com gente assim? Existe uma parábola contada por Jesus no evangelho de São Lucas, capítulo 13, versículos de 6 a 9, que pode nos ajudar: “Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi até ela procurar figos e não encontrou. Então disse ao vinhateiro: ‘Já faz três anos que venho procurando figos nesta figueira e nada encontro. Corta-a! Por que está ela inutilizando a terra?’ Ele, porém, respondeu: ‘Senhor, deixa a figueira ainda este ano. Vou cavar em volta dela e colocar adubo. Pode ser que venha a dar fruto. Se não der, então tu a cortarás’”.

Algumas observações:

1- A figueira estava plantada na vinha daquele homem. Por tanto era dele. Responsabilidade dele. 2- Já faziam três anos que o homem procurava figos naquela figueira. Embora ano após ano ele não encontrava figo na figueira, havia uma esperança no dono da vinha, de que algum dia a figueira iria produzir. 3- Apesar da expectativa do homem em relação à figueira, ele cansou. Perdeu a paciência, pois segundo ele, ela estava inútil no terreno. 4- Consultando o vinhateiro, foi orientado a deixar ainda mais um ano, que ele mesmo iria adubar a terra em volta para que a figueira produzisse frutos.

E voltando às pessoas que não mudam e nos cansam:

1- Querendo ou não elas fazem parte da sua vida (estão plantadas na sua vinha). 2- Pode ser que já conhecemos bem “estas figurinhas” e caiamos na tentação de perder a esperança dizendo: “esse aí não tem jeito. Conheço bem a peça”. 3- A vontade de tirá-las do nosso caminho é normal, afinal somos humanos.

De propósito, encerro com o número 4: Para não perdermos a esperança em ninguém e darmos sempre uma chance, precisamos antes de qualquer atitude, consultar o Espírito Santo como fez o dono da vinha consultando o vinhateiro. Comece já pedindo: Espírito Santo, faz o que eu não posso fazer. Vai onde eu não posso ir. Cuide das coisas e das pessoas que eu não posso cuidar! Amém!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *