perdoarÉ comum, diante de uma situação conflituosa com alguém, dizermos: “Já conversei uma vez, já perdoe, agora não, chega!” Veja o que Jesus disse no evangelho de São Lucas, capítulo 17, versículos 3 a 6: “Prestai atenção: se o teu irmão pecar, repreende-o. Se ele se converter, perdoa-lhe. Se ele pecar contra ti sete vezes num só dia, e sete vezes vier a ti, dizendo: ‘Estou arrependido’, tu deves perdoá-lo”. Os apóstolos disseram ao Senhor: “Aumenta a nossa fé!” O Senhor respondeu: “Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostarda, poderíeis dizer a esta amoreira: ‘Arranca-te daqui e planta-te no mar’, e ela vos obedeceria”.

De fato, há passos difíceis de serem dados, que só são possíveis pela fé. Perdoar uma vez já não é fácil; perdoar repetidas vezes é algo heróico, que humanamente é impossível. Até porque, a impressão que dá é que a pessoa faz de propósito ou acostumou-se a fazer o mal, sabendo do perdão que virá. E por que será que temos dificuldade em perdoar erros repetidos?

1- Porque achamos que perdoando um erro repetido estamos sendo coniventes com aquele que erra, não estamos ajudando a corrigir a pessoa. Perdoar não é ser conivente. Perdoar não é passar a mão na cabeça. Perdoar é ser firme como Jesus foi com a mulher pega em adultério. Ele disse a ela: “Eu não te condeno. Vai, mas não peques mais”. Ele foi firme com ela. Ele sabia separar o pecador do pecado. Então perdoar não é ser conivente, mas saber separar o erro, de quem faz o erro. Só assim perdoaremos.

2- Porque nos falta fé. de fato, humanamente é difícil perdoar erros repetidos. Precisamos de mais que boa vontade. Precisamos da Ajuda do Alto, da Graça de Deus. Daí veremos o outro não como ele é. Não com seus erros, mas em sua essência: Imagem e semelhança de Deus. Por isso os apóstolos disseram a Jesus: “Aumenta a nossa fé!”

Diante de tudo isso, “Prestai atenção: se o teu irmão pecar, repreende-o. Se ele se converter, perdoa-lhe. Se ele pecar contra ti sete vezes num só dia, e sete vezes vier a ti, dizendo: ‘Estou arrependido’, tu deves perdoá-lo”.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!