bíblia

O evangelho de São Marcos, no capítulo 6, versículos de 14 a 29 conta a história de Herodes. Herodes juntou-se com Herodíades, que fora casada com seu irmão Filipe. João Batista, sabendo disso falava às claras a Herodes que isso não era permitido. “Herodes respeitava João, sabendo que era um homem justo e santo; protegia-o e, quando o ouvia, sentia-se embaraçado. Mas, mesmo assim, de boa mente o ouvia”. Mesmo diante desta admiração, a pedido de Herodíades, Herodes prende João e numa festa, a pedido da mesma, mata João decapitando-o.

Herodes Não foi transformado pela Palavra de Deus. A Palavra pregada por João Batista era para ele, entretenimento; como um filme, uma novela, uma lenda… Herodes teve à sua disposição o poderoso instrumento que poderia ter mudado sua vida e a história de seu povo, mas não inseriu a Palavra em sua vida, não a trouxe para sua realidade. Por isso que, mesmo admirando João Batista e ouvindo-o, não teve sua vida transformada.

Se ao lermos a Bíblia não a trouxermos para a nossa realidade, permitindo que a Palavra lida nos conduza, seremos como Herodes e tantos outros: Admiraremos a Palavra de Deus, dela seremos conhecedores, mas não teremos a vida transformada; a Bíblia será simplesmente um livro de entretenimento.

Edson Oliveira