árvore

Jesus, estando no templo, diante das autoridades religiosas, fez uma séria advertência, que consta no evangelho de São Mateus, capítulo 21, versículo 43 : “Por isso eu vos digo: o Reino de Deus vos será tirado e será entregue a um povo que produzirá frutos”. Aqueles homens, conhecedores e guardiões da Lei de Deus, tinham diante de si a oportunidade de viver a vida e a religiosidade da forma mais coerente possível e não viviam.

Se não cuidarmos, se não tivermos zelo pelas coisas que temos e fazemos, as perderemos. É assim com dinheiro (se não soubermos administrar, acaba rápido). É assim com amizades (se não cultivarmos, nos condenamos à solidão). É assim no casamento (se não regarmos com amor diariamente, cai na rotina, esfria e reconstruir isso é tarefa muito difícil). É assim no trabalho (se não soubermos nos relacionar com pessoas diferentes, se não nos aperfeiçoarmos, se não cumprimos o que nos cabe, podemos ter os melhores cursos e treinamentos, mas ficaremos sem trabalho).

Na verdade, em tudo… Se não produzirmos frutos, perderemos dinheiro, amigos, família, profissão… E produzir fruto nada mais é do que ser como uma árvore, que faz o que lhe cabe naquilo que lhe foi confiado: Produz seu fruto! Sob pena de ser arrancada, cortada e queimada.

Edson Oliveira