servirCerta vez, nos conta o evangelista São Marcos, no capítulo 10, versículos de 35 a 37, que “Tiago e João, filhos de Zebedeu, foram a Jesus e lhe disseram: ‘Mestre. queremos que faças por nós o que vamos pedir’. Ele perguntou: ‘Que quereis que eu vos faça?’ Eles responderam: ‘Deixa-nos sentar um à tua direita e outro à tua esquerda, quando estiveres na tua glória!'” A eles, Jesus responde firmemente: “quem quiser ser o primeiro seja o escravo de todos”

Coisa perigosa é a sede de poder. Coisa pior é quando o poder sobe à cabeça e diante dele, a pessoa se porta como um “deus”; oprimindo, manipulando e prevalecendo-se do “poder” que lhe foi dado deixa de servir, para ser servido.

O poder, confiado a alguém na família, na empresa, na Igreja, na política… Se não for exercido na dimensão do serviço, torna-se opressão, manipulação, corrupção… Portanto, aquele que exercer determinado poder, primeiramente deve se perguntar: Em quê e como, devo servir aos que me foram confiados?

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!