como_reagir_nas_tribulaçoes

Bendito seja Deus, o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das Misericórdias e Deus de toda a consolação” (2 Coríntios). Quem tem tribulação aqui? Todo mundo.

Eu passei por uma grande tribulação, que demorou cinco anos para acabar, mas, apesar de tudo, apesar das coisas que não mudavam, Deus estava comigo. Eu tinha um Pai pleno de amor ao meu lado, e eu podia estar sofrendo, mas estava tranquilo.

Nas nossas tribulações, porque temos a certeza de que o Pai está conosco, não nos desesperamos nem vivemos ansiosos; ao contrário, nós nos jogamos nos braços desse Pai. Isso nos traz consolação.

Deus não é egoísta e não quer que nenhum de nós seja assim. Mas ao contrário, Ele quer que, mesmo nas tribulações, confortemos uns aos outros. E enquanto somos consolados por Ele, precisamos consolar os outros.

Por isso diga comigo: “Obrigado, Pai, porque o Senhor é o Pai das Misericórdias e também o Deus de todas as consolações. O Senhor é presente na minha vida e nunca me abandona. E eu agradeço muito, Pai de toda consolação, por me confortar em todas as tribulações. Amém!”

Fonte: Portal cancaonova.com – Monsenhor Jonas Abib

DEIXE SEU COMENTÁRIO!