brilheVivemos em tempos muito difíceis. Tempos de denúncias de corrupção por parte daqueles que deveriam com zelo redobrado cuidar das pessoas, pois foram as pessoas que votando neles, deram-lhe autoridade para os representar. Também, palavras como discriminação, preconceito, desrespeito, que deveriam estar extintas do nosso mundo “evoluído” sobretudo no que significam e causam, nunca estiveram tão presentes…

Neste fim de semana, 6 e 7 de junho, onde aconteceu em São Paulo o evento intitulado “parada gay”, foram expostos e tomaram conta das redes sociais, diversas imagens de Jesus, referências ao Sagrado com zombaria. A coisa foi tão forte, que até pessoas ligadas ao movimento se pronunciaram dizendo desnecessária, incoerente e no mínimo desrespeitosa tal ação de zombar de algo Sagrado.

Fiquei a me perguntar: Não é respeito que eles querem? Por que não respeitam? Bom, não vou me delongar. Inclusive, ia deixar aqui uma das imagens que estão correndo pelas redes sociais, mas ao ler este pequeno trecho do evangelho de São Mateus, capítulo 5, versículo 16, “Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens…” julguei não valer a pena.

Encerro esta reflexão dizendo que, apesar de o tempo em que vivemos está muito complexo, é um tempo privilegiado. Não é tempo de desanimar. É o tempo do testemunho: “Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens…”. Diante dos políticos corruptos, além de rezar, não votar e orientar as pessoas, bem como votarmos em pessoas do bem. Diante de atos como os da “parada gay”, além de rezarmos por eles, manifestarmos nossa fé. É o tempo da coerência, do testemunho… De brilharmos diante do mundo!

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!