Com agir quando “pisam na bola”?

abracoQue as pessoas que estão à nossa volta (familiares, colegas de trabalhos, irmãos de Igreja…) erram, é fato! Mas, porque erraram comigo, isso não pode me dar o direito de sair falando por aí dessa ou daquela pessoa; pelo simples fato de que também eu, posso errar e certamente errarei perante alguém e não gostaria que tal pessoa saísse por aí falando de mim. Além disso, há um lindo ensinamento que transcrevo abaixo. Está no evangelho de São mateus, capítulo 18 versículo 15:

“Se teu irmão pecar contra ti, vai corrigi-lo, mas em particular, sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão. Se ele não te ouvir, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão seja decidida sob a palavra de duas ou três testemunhas. Se ele não vos der ouvido, dize-o à Igreja. Se nem mesmo à Igreja ele ouvir, seja tratado como se fosse um pagão ou um pecador público”.

O texto acima, contém um roteiro precioso com quatro passos, para saber como agir diante de alguém que “pisa na bola”. E o primeiro passo desse roteiro é no tu a tu. Mas… se por enquanto você ainda não consegue dar esse primeiro passo, silencie e reze por esta pessoa. Pois os outros três passos, só podem ser dados após o tu a tu.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *