E quando o desânimo bate à nossa porta?

desânimoCerta vez, como narrado por São Lucas em seu evangelho, capítulo 5, versículos 4 a 6, Jesus disse a Simão (Pedro): “’Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca’. Simão (Pedro) respondeu: ‘Mestre, nós trabalhamos a noite inteira e nada pescamos. Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar as redes’. Assim fizeram, e apanharam tamanha quantidade de peixes que as redes se rompiam”.

Note que Pedro e seus companheiros estavam cansados e certamente desanimados, pois ficaram a noite inteira tentando pescar e nada conseguiram. E diante da proposta de Jesus, ainda que desanimado, Pedro lhe diz: em atenção à tua palavra, vou lançar as redes”. E o resultado disso foi maravilhoso: “apanharam tamanha quantidade de peixes que as redes se rompiam”.

Às vezes queimamos energia, nos desgastamos e desmotivamos pessoas à nossa volta, quando tentamos por força própria mudar algo ou alguém. Bom será, quando aprendermos de quando em quando a parar um pouco, rezar, pedir um conselho e fazer as coisas de forma diferente ou mesmo fazer a mesma coisa acreditando mais em si próprio e na presença de Deus que sempre nos surpreenderá, dando-nos até mesmo, mais do que queríamos.

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *