semearCoisa comum é ouvir pessoas perguntando: “Por que Deus fez isso?” “Onde estava Deus que não viu isso?” Há pessoas que ao primeiro sinal de problema questionam Deus ou afirmam ser culpa de Deus. Existe uma frase que muitos tratam como um ditado popular, mas que na verdade é Palavra de Deus: “Visto que semearam ventos, colherão tempestades”. Este escrito está no livro do profeta Oséias, capítulo 8, versículo 7; aqui, Deus se dirige a Seu povo Israel, quando buscaram outros deuses.

O ser humano colhe o que semeia. Em nossos dias, quantas enchentes? A culpa está longe de ser de Deus, mas do homem, que tanto agride a natureza. E quanto à fome? A culpa não é de Deus, mas do homem, com sua ganância, desperdício. E nossos governantes corruptos? Fruto do voto mal dado, do voto vendido, da falta de participação popular, da corrupção entranhada no levar vantagem em tudo…

Os males que nos assolam não são castigo Divino, mas fruto de um distanciamento de Deus, que torna o coração frio e insensível, a ponto de não cuidarmos de nós mesmos, nem da natureza, nem dos outros. Palavras, gestos, olhares, atitudes, decisões, são sementes, que lançadas produzirão algum fruto que será colhido por você mesmo ou por alguém. Cuide do que você semeia…

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!