Não compare Deus com os homens…

DeusVivemos em um tempo de perda de valores, onde gestos de honestidade e respeito têm sido tão raros, que viram notícia de primeira página nos jornais: “taxista devolve carteira contendo x valor”, “jovem, para o que está fazendo para ajudar idoso atravessar a rua”… Notícias como estas e tantas outras deveriam ser algo comum, normal, pois afinal de contas chegamos ao século XXI e o ser humano “deveria ter evoluído”.

O ser humano não experimenta os prodígios de Deus, pelo simples fato de comparar Deus com os homens. Notícias negativas como as citadas acima, além daquelas que experimentamos na pele, tendem a cada vez mais distancias o homem do homem. A acreditar que o ser humano não tem jeito, além de nivelarmos a todos, vivendo num total descrédito unas para com os outros, o que gera desrespeito e descrença… E o problema fica mais sério, quando transportamos isso para Deus, comparando Deus com os homens.

 

Ao profeta Oseias, no capítulo 11, versículo 9, Deus se revela dizendo: “Sou Deus e não um homem, sou o Santo no meio de ti, e não gosto de destruir”. Nossas feridas de relacionamentos, nossas decepções com os homens, a descrença por conta daqueles que nos enganaram, não podem tirar nossa crença, entrega e esperança em Deus, pois Ele mesmo diz: “Sou Deus e não um homem”. E o mais lindo é que, quando entendermos que Deus é Deus, que Ele não é como os homens que enganam, machucam, traem… Perdoaremos os homens, acolheremos até que não nos acolhem, faremos o bem, ainda que não nos façam… agiremos como Deus agiria…

Edson Oliveira

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *