brasilVocê sabia que, atualmente, o Brasil possui 6 santos canonizados oficialmente pela Igreja?

São eles: São Roque Gonzales, Santo Afonso Rodrigues e São João de Castilho (mártires do Rio Grande do Sul); Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus (Madre Paulina, nascida na Itália); Santo Antônio de Sant’Ana Galvão (Frei Galvão, nascido no Brasil); São José de Anchieta, SJ (nascido em Portugal). Todos se tornaram brasileiros em sua nacionalidade.

Além disso, hoje já contamos com 81 beatos: Beato Inácio de Azevedo e 39 companheiros mártires (Quarenta Mártires do Brasil);Beatos André de Soreval, Ambrósio Francisco Ferro e 28 companheiros (Mártires de Cunhaú e Uruaçu);Beato Eustáquio van Lieshout ;Beato Mariano de la Mata Aparício;Beata Albertina Berkenbrock (mártir);Beato Manuel Gonzalez e Beato Adílio Daronch (mártires);Beata Lindalva Justo de Oliveira, FDC (mártir);Beata Bárbara Maix (Madre Maria Bárbara da Santíssima Trindade);Beata Dulce dos Pobres; Beata Assunta Marchetti; Beata Francisca de Paula de Jesus (Nhá Chica) e o Beato Francisco de Paula Victor (Padre Victor), recentemente nomeado pelo Vaticano.

Dez já receberam o título de Veneráveis, ou seja, já tiveram suas virtudes reconhecidas pela Igreja. E ainda, uma lista enorme, com os servos de Deus que já tiveram suas causas de canonização oficialmente abertas.

Em uma de Suas revelações à Santa Catarina de Sena, Deus disse: “Quero que sejais santos. Tudo o que vos acontece tem essa finalidade”. Esse é o grande desejo de Deus: que sejamos santos. São João Paulo II, ao pedir santidade ao Brasil, não pensava, só nos santos formalmente canonizados, mas também numa Igreja chamada à semelhança com Deus que é santo, numa “santidade fundamental da Igreja, também na vida dos leigos”, capaz de gerar frutos de justiça e paz.

Como podemos notar, muitos de nossos irmãos brasileiros, já alcançaram ou irão alcançar oficialmente a santidade. Uma prova de que se eles conseguiram, nós também o podemos. Por isso, também se faz importante que nós, católicos, nos interessemos mais pela vida, pela história, de cada um desses gigantes que passaram por este mundo e hoje estão bem pertinho de Deus, no Reino das Bem-aventuranças. Eles são para nós exemplos de vida e intercessores.

“O Brasil precisa de santos; o Brasil precisa de muitos santos!” …essas palavras de São João Paulo II ainda ecoam forte, a ensinar que a santidade não é algo distante, estranho a nossa realidade. O saudoso Papa polonês se empenhou nesse sentido, proclamando santos e beatos mais que todos os papas juntos que o antecederam desde 1538. “Se a Igreja de Cristo não é santa, não é a Igreja de Cristo”, dizia ele.

Que tal conhecermos melhor os santos brasileiros? Quem foram, onde e como viveram, o que fizeram? É um bom ponto de partida!

O Brasil já tem alguns Santos, mas precisa de mais. Precisa de um povo santo. Espelhemo-nos na vida daqueles que já alcançaram a eterna vitória! Que esse grito continue a ressoar em nossos ouvidos e corações: “O Brasil precisa de santos!” Eles conhecem nossas misérias e nos ajudam.

Fonte: Portal cancaonova.com – Prof. Felipe Aquino